Cardigans como Clássicos

As temperaturas estão gradativamente caindo e chega a hora de se preparar para o bom do inverno que é vestir roupas bonitas e elegantes, apostando nas sobreposições e na possibilidade de camuflar facilmente as gordurinhas extras.

Uma das peças mais ótimas para desenhar um corpo magro e curvilíneo é o cardigan que oferece num piscar de olhos um mar de composições a partir das suas roupas ainda novas adquiridas para o verão. Porque ninguém quer, ou pode, ficar trocando guarda-roupa de temporada e temporada… além do mais, isso seria loucura e desperdício de $$$.

Existem algumas muitas formas e modelagens para os cardigans. A aposta da estação é o longuinho, que quando no corpo acaba por cobrir o quadril; trata-se de uma ótima sacada porque alonga o tronco e, sutilmente, lhe deixa com uma aparência mais esguia. Outra opção mais clássica são aqueles cardigans ajustados, com botões e manga comprida; bons também porque possibilitam uma maior gama de variações na hora de compor o look e, além disso, valorizam mais a cintura, marcando a silhueta curvilínea. Indo além, conseguimos encontrar no mercado modelos com mangas curtas, três quartos, sete oitavos, com pontas, bordados, estampas… mas vamos nos ater a forma em si, digo modelagem, e as maneiras de compor um visual bacana utilizando suas roupas do verão – pra quebrar o mito de que o guarda-roupa deve ser totalmente dividido em inverno e verão.

Os cardigans de corte reto podem ser usados junto a cintos, que aproximam a peça de seu corpo e ainda criam aquele efeito soltinho que desencadeia naquela sensação de que você é magrinha; os acinturados e mais ajustados não precisam ser usados abotoadinhos… você pode abotoar apenas o botão de cima, criando um triângulo e valorizando os quadris, ou então o do meio para criam a tão ambicionada silhueta ampulheta. Blusas volumosas por baixo ajudam a desenham esse corpo violão quando usadas com o complemento de um cardigan fininho e bem acinturado – seja com faixa, cinto ou botão fechado.

Quando for usar o cinto como acessório delimitador de curvas não se preocupe em manter o cardigan fechadinho e certinho demais pois, muitas vezes, a peça mais abertinha e jogada para os lados cria aquela sensação de despojado/chique que de forma despretensiosa é muito moderna.

Vale compor com vestidos levinhos, camisas, por baixo de casacos, junto a camisetas fininhas ou mesmo como curinga – aquela peça que vai na bolsa e te socorre nos ventinhos de fim de tarde. O cardigan é uma ótima peça porque não amarrota e possui essas variações de forma, textura e espessura… por isso é sempre bom investir em alguns mais fininhos e outros mais grossinhos, pra que você esteja sempre amparada por esse item que de sem graça já não tem mais nada

3 Responses to “Cardigans como Clássicos”

  1. Nine Says:

    Oi, Amanda!!!
    Cardigans são ótima pedida, sempre tem que ter um à mão, seja pra melhorar um look, seja pra protejer daquele friozinho que chega de leve nessa época aqui no sul. Ele é perfeito e vai super bem com praticamente tudo…

    Adorei o post.

    Beijoooo

  2. Loíde Says:

    Adorei o post! como sempre bem explicado e perfeitamente ilustrado.
    bjs

  3. Nahira Says:

    Olá, achei seu blog, como milhares!procurando sobre o privalia, e adorei o post sobre cardigans(peça que amo!!!) e o reto do site é claro! E gostaria de saber se você pode me enviar o convite dos outros sites desse tipo(superexclusivo e etc.)
    meu e-mail é: caramelow_17@yahoo.com.br .Desde já agradeço!=)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: