Só se fala em… Calça!

Nessa temporada só se falam em calças. O vestido e a saia, peças essenciais nas últimas estações, saem do foco e perdem força enquanto a calça domina as vitrines  – numa respostas às referências masculinas estendidas com bastante força ao guarda-roupa feminino, nunca perdendo a feminilidade. Nada mal já que podemos ver uma forte democracia no número de opções. Encontramos desde as mais loucas e ousadas aos modelos clássicos, que favorecem um número maior de silhuetas.

Entre as já conhecidas calça reta, calça skinny, pantalona, saruel e boca-de-sino surgem os modelos cenoura, calça do namorado, baggy, legging,, montaria… Não que elas sejam novas, mas depois de tanto tempo distantes surgem fatais perguntas, como: Qual é qual?! O que acontece com qual modelo?! Quais os efeitos quando aplicadas no corpo feminino?! Vamos lá.

Qualquer tipo de calça que acrescenta volume no quadril, cenoura ou boyfriend, saruel ou baggy, pede um tipo de composição que alongue a silhueta para não deixar o corpo desproporcional; isso se dá principalmente se você é como a maioria das mulheres e possui quadris volumosos aliado a bumbum farto. Pense em saltos, sapatos de bico fino, combinações monocromáticas e muitas linhas verticais. Agora, se você tem quadris estreitos e poucas curvas brinque a vontade com essas calças que criam a ilusão de coxas grossas e quadril voluptuoso; para salientar o efeito a calça pode ser de tom mais claro que a blusa, sendo que os saltos continuam como bom complemento.

Atente-se para detalhes como barra dobrada e comprimentos curtos que achatam ainda mais a silhueta. Veja que qualquer corte horizontal pode gerar um estrago no look a partir do momento em que esse simples detalhe desconstrói a tão querida linha vertical que faz com que uma mulher aparente ser alta, magra e elegante (afinal, ninguém quer ficar achatada néam).

Observe ainda a forma do uso da peça. Quanto mais louca e ousada a peça mais fechadas ficam as possibilidades de uso; para ambiente formal cortes mais limpos e com menos volumes em locais inimagináveis e quanto mais diferenciada a peça mais chance de uso ela recebe dentro do campo informal. Dessa forma, tudo depende mais da peça em si do que do modelo já que sendo carrot ou legging ela possui inúmeras opções e variações – influenciadas pelo tecido, textura ou cor.

Caminhando para os modelos mais fechados e secos, pense nas limitações de seu corpo e não queria forçar a barra. Uma calça justa que desce sempre próxima as pernas marca ao extremo coxas grossas e culotes que quase saltam devido a modelagem da peça que coloca às claras qualquer defeitinho na sua estrutura. para tal as calças justas e afuniladas devem vir acompanhadas de tons profundos, escuros, e tops alongados – salientando o possível uso e cardigans ou jaquetas que instantaneamente chamem toda a atenção para a parte alta de seu corpo. Para tal vale investir pesado em acessórios de cabelo, lenços, colares grandes, tudo que tire os olhares da calça. Mas, acho que se for pra usar uma peça e ficar tentando disfarça-lá é melhor correr pra outra opção.

Uma escolha segura, eterna e perfeita são as calças retas – as mais democráticas. Favorecem um grande número de mulheres e podem ser usadas com os mais variados complementos – ou seja: funcionam com tops ajustados, largos, volumosos ou sequinhos; desde os saltos aos sapatinhos baixos de bico redondo. Mas, se elas são tão banais, por que estão em alta?! Porque feitas com corte alfaiataria elas remetem ao universo masculino e, consequentemente, a tendência da estação. 

Por isso fecho esse post lembrando que não importa seguir a moda – o que conta é se sentir bem. Vá brincando com as opções ofertadas pelas tendências mas nunca deixe de lado seu conforto e seus desejos. Se pra você uma calça harém é estranha, deixe de lado já que um investimento feito na insegurança, e baseado em opiniões externas, apenas gerará arrependimento… sem falar que você deixa de comprar algo que vai durar pra se aventurar numa peça que logo cairá no desuso. Não que eu tenha algo contra esses modismos… vez ou outra eles valem a pena. 

One Response to “Só se fala em… Calça!”

  1. norma Says:

    Amanda…adorei o post…gostaria muito que você escrevesse outro post especificando cada tipo de calça que está em alta,explicando o que ela valoriza o que esconde! obrigada….Bjoss

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: