Por que se Vestir

Usamos roupas por várias razões: sociais, religiosas, políticas, estéticas, econômicas ou teóricas… como diz Marta Feghali em seu texto sobre as forças que influenciam o comportamento do consumidor de moda, no livro ‘O Ciclo da Moda’. Cada escolha carrega consigo um mundo de razões e justificativas que, implícitas em tramas e tecidos, nos levam a ser quem queremos e sonhamos em ser. Cada escolha, cada compra, apresenta decisões inconscientes [ou conscientes por demais] que dão as dicas do que esperamos daquele novo item de moda.

Vestir é um jogo. Um jogo daqueles que requer prática e treinamento, paciência e dedicação. Uns nascem com certo ‘talento’ para realizar boas jogadas, enquanto outros precisam de um pouco mais de esforço para marcar pontos dentro da competição. Injusto?! Talvez – mas nada ruim se pensarmos que com tantas informações disponíveis é possível se especializar e se tornar um grande jogador dentro desse afazer.

Se você se acha romântica e doce, e quer ser vista assim, liberte-se da timidez que lhe faz cobrir suas formas com correntes e tons escuros. Encha seu guarda-roupa de coragem para passear por entre tecidos leves, modelagens fluidas e tons doces.

Pensemos. Nos vestimos para seduzir, conseguir um aumento, fazer inveja nas amigas, aumentar a auto-estima, se sentir confortável ou mesmo mais amado. Há quem queremos enganar?! Não diga que você não se veste para os outros porque, provavelmente, no fundinho existe uma necessidade latente de ser admirado por todos aqueles a seu redor. Mas tá. Dentro desse universo da moda repleto de ciclos e significados há de querer manter em voga suas vontades e suas necessidades – sem se entregar cegamente a propagandas publicitárias e revistas de dicas fashionistas

Procure compreender o que você busca com suas roupas, com cada peça, cada modelo que você sonha em levar para dentro de seu guarda-roupa. Analise suas escolhas, sem pudor ou receio… não tenha medo de se conhecer. Com qual objetivo?! Para conseguir acertar melhor no seu visual e obter sucesso com suas escolhas. Se as roupas possuem suas razões, suas motivações, porque não entrar na dança com vontade de acertar os passos?! Que mal há em querer aplicar a fundo a moda como teoria?! 

Se sua veia fashionista fala mais alto, não se entregue as cegas as tendências e modismos. Analise aquilo que fica bem em você

Minha dica para esse início de ano é trabalhar a roupa de forma divertida, sempre, mas também como uma ferramenta. Assim como seu laptop possui manual de instruções as roupas também possuem… e cada uma emite suas mensagens sob a forma de falas silenciosas. Busque se conhecer para, enfim, dominar as regras da vestimenta. Tudo fica mais fácil quando as forças que nos impulsionam estão em sintonia com aquelas que cobrem nossa nudez. 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: