É Complicado

Muita gente por ai diz que não consegue aprender muita coisa com as revistas de moda. Elas passam informações, apontam tendências, tentam ensinar como fazer combinações, mas tudo é pouco assimilado pela grande maioria das mulheres – que não possuem grande afinidade com as questões da moda. É uma reclamação recorrente. 

Para quem já possui experiência com o campo (como consumidora ou profissional do meio) tudo parece super simples… mas se olharmos mais profundamente percebemos que as coisas não são tão fáceis de se entender.

As revistas de moda, em sua grande maioria, pecam por querer transmitir conhecimentos que passam bem longe do básico; entenda por básico, o básico meesssmo… aquele que estrutura todo um look, que fornece meios para um visual correto. Apontam como usar as peças da estação, como combinar cores, mas tudo de forma muito distante. Acredito que há aquela resistência em se falar de forma bem clara – pra todo mundo entender. 

É claro que ‘ensinar’ e ‘educar’ não é a função de toda revista de moda, mas algumas (que se propõem a fazer isso) precisa urgentemente ser mais claras e menos distantes. Como?! Falando sobre assuntos mais acessíveis, mais reais. Tem umas reportagens que são uma viagem tão grande, que chega a ser absurdo. O pessoal quer saber é o bê-á-bá quando compra algo que têm na capa “1001 formas de usar jeans“… então apresentem isso, e não uma seleção de peças sem nenhuma explicação. Algumas revistas pegam e mostram dicas de peças onde tudo é super caro, e só uma irrisória minoria pode comprar peças de luxo. Isso é até um pecado. Bom senso né… todo mundo quer ver o luxo, mas também mostrem um pouco do que é comprável. 

E para entender o conceito?! Ai cabe ao leitor tirar um pouco da cabeça a preguiça de pensar e tentar enxergar em cada imagem detalhes que sirvam como inspiração para seu modo de vestir e portar. As referências são super essenciais na vida de qualquer pessoa e algumas coisas são impossíveis de se traduzir com palavras. Para isso serve um editorial – que passa aquele clima, daquela forma… contextualizando de forma teatral as roupas. 

Com isso acho que pra todo mundo se entender melhor é preciso que as revistas e os leitores mudem um pouco a forma de pensar pra que, no fim, todo mundo se entenda cada vez melhor!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: