Alexandre Herchcovitch

Entre as grifes que eu amo de paixão está o Alexandre Herchcovitch. É inexplicável. Minha relação com ‘ele’ começou quando, fuçando, descobri a loja virtual e a partir dai tive uma tremenda crise consumista… lotei meu guarda-roupa podrinho com peças desse estilista que eu super conhecia de fama e pronto. Hoje digo que a moda que ele trabalha foi grande responsável pelo desenvolvimento e construção do meu estilo pessoal. Eu me encontrei. Bapho.

Gosto das peças porque elas não são óbvias, não são sem graça. A mulher que usa Herchcovitch é confiante o bastante pra saber que a roupa não precisa mostrar demais… ela tem que gerar aquela certa curiosidade. Não precisa ser justíssima ou toda loucona… o importante é saber combinar.

Já a algum tempo encontrei a luz e misturo peças dele com de outras grifes mais calminhas e consegui desenhar um bom equilíbrio entre ousadia e elegância. Não dá pra se fantasiar só de uma marca… é feio até. 

Voltando ao AH, entre recortes estranhos e volumes aparentemente confusos as peças fazem do corpo uma tela para obra de arte. Profundo isso, hein. O corte é bárbaro e grande parte das peças são feitas em tecidos de ótima qualidade. Vale a pena observar vestidos e saias, que são meus prediletos – grande parte pela estamparia que é uma boa opção para quem curte sair do básico. Atente-se as calças, que sempre guardam um recorte inesperado… se for comprar online olhe cada cantinho da imagem de exibição da peça pra não pegar birra quando receber sua encomenda. 

Os preços, que podem parecer salgados, ficam mais amigos quando a temporada acaba. Os 50% off que eles oferecem na loja virtual são super úteis, mas é sempre bom tomar cuidado com peças muito marcadas. Eu prefiro apostar naquilo que gosto mesmo… porque, de toda forma, o Herchcovitch não mostra muito tendência. Dá pra brincar tranquilinha pelo vintage. Ainda tem muita coisa bacana de muito tempo atrás. 

Há quem diga que a moda dele é para deixar as mulheres feias, eu já acho isso super absurdo. Quem sabe dialogar com as roupas escolhe uma maneira de adaptar e combinar as peças de forma a favorecerem sua beleza.

No mais?! Não espere só caveiras do Herchcovitch. Ele promete muito mais. É o mestre das patentes e está em todo lugar. Em band-aids, isqueiros, bolsas duvidosas e canecas fofinhas. Sabe se reerguer e faz parte da história da moda nacional. Sou fã.

E não! Isso não é propaganda, e não estou recebendo nada por isso. Mas bem que merecia. 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: