Não é só Perfume

Acredite! Gucci, Carolina Herrera, Dolce & Gabanna, Gabriela Sabatini não são apenas marcas de perfume. Para muitos isso pode parecer óbvio e inútil, mas para outros pode ser uma luz no fim do túnel.

Hoje em dia todo mundo ama e adora um bom perfume. Neles temos um embalo para o poder, uma arma para o encanto e sedução. Escolhemos um que seja nossa cara dentro de uma enorme e variedade gama de possibilidades e algumas vezes nem sabemos de onde saiu e pra onde vai aquela fragrância.

Grande parte dos famosos e renomados perfumes saem de grifes de luxo mundialmente conhecidas. Quem nunca ouviu falar do Chanel nº 05 ?! Veio da Chanel né… da Gabrielle Chanel… Coco Chanel… do corte de cabelo Chanel…  do tailleur e por ai vai. Olha quanta coisa importante além do perfume em si. Acontece que a perfumaria é a forma com que grifes de todo o mundo encontram para se aproximar do mercado de consumo ‘normal’, e com isso lucrar horrores. Porque o luxo é para poucos ($$)! Um perfume desses badalados custa caro, claro, mas é algo que muitos podem comprar… diferentemente do que acontece com uma bolsa Hermès ou um sapato Louboutin. Além disso, a margem de lucro de qualquer perfume ou cosmético é simplesmente gigante! Ou seja, fábrica de dinheiro. Faturam muito com aqueles pequenos frascos. 

Com a venda de produtos de beleza e perfumaria o luxo se aproxima do consumidor padrão – aquele que possui um certo poder de compra, e todo mundo sai feliz. 

Então. Mas todo perfume sai de uma marca ou grife?! Não. Alguns exemplos. Gabriela Sabatini: tenista argentina bela e poderosa; Elizabeth Arden: empresária canadense mestre nos saberes da estética; Azzarro: Loris Azzaro, estilista francês; Bvulgari: joalheria Bulgari. No mais: Nina Ricci, DKNY, Ermenegildo Zegna, Oscar de la Renta, Diesel, Valentino, Prada, Calvin Klein, Paco Rabanne… estão todos ligados a moda, possuem todos coleções que caminham desde alfaiataria à roupas casuais.  

Indo além, nas explicações agora mais óbvias, muitos artistas e celebridades lançam seus perfumes pela grande facilidade de lucro e de exposição de imagem que estes produtos apresentam. Leia-se Britney Speras, Paris Hilton, Sarah Jessica Parker e por ai vai. Ah, sem citar as empresas de cosmético que lançam suas fragrâncias. 

Minha dica é: procure saber a história do perfume que você gosta. Jogue no Google, pesquise em algum lugar. Vale como cultura geral. Quem sabe você nas descobre algo interessante?! E por que não olhar para os produtos nacionais?! Já não cola falar que a Natura, por exemplo, não faz perfumes bons… isso não é verdade. Se o que você procura é realmente um bom produto, e não apenas uma simulação de luxo, vale dar uma chance a alguns aromas regionais. 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: